PS retoma atendimentos de outras especialidades de urgência e emergência

Desde a última segunda-feira (17), o Pronto-Socorro de Taubaté retomou os atendimentos de urgência e emergência de outras especialidades, além dos casos suspeitos e positivos de dengue.

Por sua vez, todas as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) passam a atender casos suspeitos e leves da doença, além das demais especialidades, assim como a UPA Cecap.

As alterações foram realizadas devido à redução dos números de atendimentos de casos de dengue no Pronto-Socorro Municipal e de pacientes de Taubaté internados na unidade nos últimos meses.

Em março deste ano, 8.272 pessoas foram atendidas na unidade com suspeitas da doença. Em abril o número caiu para 4.776 atendimentos e em maio foram registradas 2.862 notificações.

Os dados de internações também apresentaram redução significativa. Em março deste ano, 138 pessoas estavam internadas na unidade. Nos meses de abril e maio, o número de internações reduziu para 85 e 74, consecutivamente. Em junho, de acordo com dados preliminares, 16 pessoas precisaram ser internadas no local.

REDUÇÃO DA ADL

Dados da ADL (Avaliação da Densidade Larvária), referentes ao mês de maio, apresentaram redução em comparação aos números divulgados no início deste ano.

A pesquisa, realizada pelo CAS (Controle de Animais Sinantrópicos), permite identificar em quais regiões da cidade há maior chance re transmissão da dengue, além da zica, chikungunya e febre amarela.

O resultado foi de 1,2 IB (Índice de Breteau), menor que os dados registrados em janeiro (3,2 IB). Para a pesquisa, 6.180 imóveis foram percorridos em dez áreas do município a procura por larvas de mosquitos, em sua maioria da dengue.

Os recipientes, onde mais foram encontradas larvas do mosquito da dengue, foram: ralos externos, vasos de plantas na água, prato/pingadeiras, vasos sanitários/caixa de descarga, baldes/regadores, além de outros locais.

Apesar da queda dos números, é importante manter os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, com cuidados simples que podem eliminar os possíveis criadouros do mosquito transmissor da doença.

Acompanhe mais notícias de Taubaté (SP) em nosso Instagram: @cidadaotaubateano.