Governo de SP lança projeto Escola da Inclusão

Objetivo é compartilhar e promover conhecimento sobre a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.

Visando um estado cada vez mais acessível e inclusivo, o Governo de SP, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD), em parceria com a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), lançou ontem (03) o projeto Escola da Inclusão. A iniciativa foi desenvolvida para proporcionar educação e capacitação profissional a pessoas com e sem deficiência, promovendo sua inclusão social e econômica.

A Escola começa suas atividades com o curso virtual e gratuito Introdução à Libras, disponibilizando mil vagas por mês. As inscrições estão abertas a toda população e podem ser feitas diretamente no site pessoacomdeficiencia.sp.gov.br/a-escola. No final do curso, os participantes recebem certificado de conclusão.

Além do Introdução à Libras, a Escola da Inclusão oferecerá uma variedade de cursos, oficinas e workshops adaptados às necessidades específicas de cada deficiência, utilizando tecnologias assistivas e metodologias inclusivas. Também estão programados treinamentos de sensibilização para empresas e organizações, com o objetivo de promover a inclusão no mercado de trabalho.

Para o secretário da SEDPcD, Marcos da Costa, o projeto vai dialogar com todos os segmentos, buscando as melhores práticas. “A Escola está profundamente comprometida com a comunidade porque a inclusão deve ser uma responsabilidade compartilhada. Nosso trabalho terá a colaboração de parceiros públicos, privados e da sociedade. Queremos garantir que todas as pessoas, independentemente de suas limitações físicas, sensoriais ou intelectuais, tenham acesso a oportunidades de aprendizado e de desenvolvimento”, afirmou.

A Escola da Inclusão é resultado da parceria bem sucedida da SEDPcD com a Univesp, reconhecida por sua excelência em educação digital. “Ter a Univesp como parceira nesse projeto é muito gratificante porque os participantes do curso terão a chancela de uma Universidade comprometida com a educação inclusiva”, completa Marcos da Costa.

De acordo com o presidente da Univesp, professor Marcos Borges, participar de mais uma iniciativa voltada ao compromisso do Estado em garantir dignidade, inclusão e igualdade da pessoa com deficiência é um orgulho para toda equipe da universidade. “Nossa parceria com a SEDPcD é de longa data. Trabalhamos em conjunto no Todas In-Rede e outras ações voltadas ao público. Contribuir para proporcionar um ambiente educacional e acolhedor, que capacite pessoas com deficiência, desperte a atenção da sociedade e forme profissionais dedicados, mostra que estamos no caminho certo”, ressaltou.

Para o coordenador do curso de libras da SEDPcD, Edilson Andrade, a Escola da Inclusão é um passo significativo para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. “Estamos proporcionando oportunidades reais de aprendizado e desenvolvimento para a inclusão verdadeira das pessoas com deficiência na sociedade. Com este projeto, buscamos garantir que todos possam se comunicar e interagir de forma eficaz, promovendo uma convivência mais harmoniosa e inclusiva.”

Acompanhe mais notícias de Taubaté (SP) em nosso Instagram: @cidadaotaubateano.